A Garota no Trem – Paula Hawkins

Não costumo ler livros da lista dos mais vendidos. (também não costumo ler livros totalmente desconhecidos, leio o que dá na telha mesmo hehe 🙂 ) Mas depois de muitos anos consultando as listas dos livros mais vendidos nas revistas de grande circulação, e não me interessando por nada, este veio a chamar a minha atenção por vários motivos.

O primeiro é que até pouco tempo atrás, andar de ônibus era uma parte importante da minha rotina. Depois percebi que se trata, de certa forma, de um livro policial.

De manhã, embarco no trem das 8h04, e, na volta, pego o das 17h56. É o meu trem. É nele que viajo. É assim que as coisas são.

IMG_3435

Sinopse: Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio por galpões, caixas-d’água, pontes, casebres e aconchegantes casas vitorianas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason -, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos mas também da vida de todos os envolvidos.

Ano: 2015

Páginas: 377

Editora: Record

Comentários:

Confesso que de início achei difícil adentrar na história. Não me envolveu. Achei as personagens pessoas “chatas que só reclamam e inventam problemas para se queixar”. O tipo de narrativa também foi um pouco diferente do que usualmente leio. Não há um narrador. As três mulheres personagens da história são as narradoras, cada uma conta o seu ponto de vista, de um dia específico, em horário específico.

O que parece de início um pouco chato, com o passar das páginas é o que torna o livro interessante, pois o leitor pode ir encaixando os fatos narrados por personagens diferentes sobre um mesmo espaço de tempo.

IMG_3430

Rachel, a garota no trem, tem sérios problemas com álcool, o que faz com que ela sofra com acontecimentos que nem são verdadeiros. Além disso, é o principal motivo para o término de seu casamento com Tom, o qual ela nunca supera.

Desempregada, continua viajando todos os dias para Londres para fingir à sua colega de quarto que está tudo bem em sua vida. Mas nada está bem.

No trajeto de trem ela observa sua antiga casa, a qual Tom agora mora com sua nova esposa. Também observa a morada de um casal de vizinhos, aos quais ela inventa nomes e histórias de vida que constrói em sua cabeça durante as viagens. Até que um dia ela visualiza algo no quintal desses vizinhos que muda completamente o rumo de sua vida. Ela acaba por se envolver em uma trama complicada, onde ela não lembra mais o que realmente viu e viveu. No fim, um resgate ao fundo de sua memória ajuda na solução de um crime.

IMG_3442

Com esse livro senti que muitas vezes julgamos as pessoas sem saber absolutamente nada sobre o que elas já passaram. Senti isso depois de, após achar as personagens todas chatas e que só reclamavam de problemas inúteis,  perceber que elas haviam passado por situações que justificam esses traços de personalidade.

Minha única ressalva: até a parte final da história há uma riqueza excessiva de detalhes, que poderia ser reduzida, enquanto que o final, poderia ter sido mais bem construído e detalhado. Os acontecimentos mais importantes são contados muito rapidamente! Mas apesar dos pesares, a leitura se mostrou muito produtiva e interessante, e eu indico a todos!

E se você já leu A Garota No Trem, deixa um comentário falando sobre o que você achou! Até a próxima! 😉

Anúncios

4 comentários sobre “A Garota no Trem – Paula Hawkins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s